Lei de internet não punirá P2P, diz senador

O projeto de lei, aprovado no Senado, para controlar a web não deve punir quem troca arquivos online.

O senador Aloízio Mercadante (PT-SP), que votou a favor do texto, enviou nota à agência Senado explicando que o espírito da lei não é punir quem troca arquivos pela internet.

A redação, feita pelo senador Eduardo Azeredo (PSDB-MG), diz que é passível de punição de multa e cadeia quem acessar conteúdos protegidos sem autorização.

Para alguns juristas, uma música protegida por copyright pode ser interpretada como um arquivo que não pode ser baixado, o que colocaria um usuário que fez download de MP3 num serviço de torrent na mira da Justiça.

Mercadante, no entanto, explica que a intenção do projeto não foi essa. O texto, que ainda precisa ser aprovado na Câmara dos deputados, poderá sofrer modificação para deixar claro em que circunstâncias um arquivo protegido não pode ser acessado.

Segundo nota de Mercadante, a idéia é punir crackers que invadam sistemas fechados para roubar dados e obter vantagem pessoal – e não usuários que usam aplicativos P2P.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: